Países reservam vacina da AstraZeneca para maiores de 60 anos

Espanha, Alemanha e Itália foram os últimos países a suspender administração a menores de 60 anos. Marta Temido diz que não há evidência que justifique limitações.

8 Abril, 2021

Vários países, muitos na Europa, estão a limitar a administração da vacina da AstraZeneca a maiores de 60 anos. A medida está a ser tomada por “precaução” depois de, ontem, a EMA ter confirmado uma possível ligação entre a vacina da AstraZeneca e a formação de coágulos sanguíneos.

Espanha suspendeu a inoculação de menores de 60 anos com a vacina anglo-sueca. O mesmo fez a Alemanha logo após a reunião que ontem juntou os ministros da Saúde dos 27 países da União Europeia.

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, e as 16 autoridades federais do país concordaram por unanimidade em dar a vacina apenas a pessoas com 60 anos ou mais, a menos que pertençam a uma categoria de alto risco para doença grave de covid-19 e tenham concordado com o seu médico em tomar a vacina, apesar do risco de um efeito colateral sério.

Já Itália não foi tão longe mas decidiu, por proposta do grupo de cientistas que trabalham com o Governo, dar prioridade a maiores de 60 anos. O presidente do Conselho Superior de Saúde de Itália, Franco Locatelli, salientou que a maioria dos casos de trombose foram detetados em mulheres com menos de 60 anos e nos primeiros 14 dias após a primeira dose da Astrazeneca.

Mas quem recebeu a primeira dose desta vacina em Itália poderá receber a segunda dose para completar a imunização.

Noruega e a Dinamarca suspenderam totalmente o uso da vacina. França e Países Baixos já tinham suspendido a administração a pessoas com menos de 60 anos.

Portugal ainda não tomou uma decisão mas, ontem, a ministra da Saúde Marta Temido afirmou que “não existe evidência que justifique limitar a administração da vacina a grupos etários específicos”. A presidência portuguesa da União Europeia alertou os Estados-membros que “decisões individuais afetam todos” relativamente ao uso da vacina da AstraZeneca, envolta em riscos de coágulos sanguíneos, pedindo uma “posição o mais coordenada possível” entre os 27.

SO/LUSA

Descubra mais sobre a Vacinação em Portugal

VACINAS DO PROGRAMA NACIONAL DE VACINAÇÃO

A melhor proteção contra doença

VACINAS OPCIONAIS

Livres e opcionais na protecção extra

VACINAS NO ADULTO

Sabia que a gripe sazonal é evitável

VACINAS DO VIAJANTE

Antes de viajar consulte o seu médico