Cerca de 0,1% dos vacinados na Rússia contraiu a infeção “de forma leve”

A câmara municipal de Moscovo, capital da Rússia, indicou que mais de 76% dos positivos registaram sintomas “de forma leve ou assintomática”.

1 Abril, 2021

Cerca de 1.000 pessoas, 0,1% do total de vacinados contra o novo coronavírus na capital da Rússia, Moscovo, contraíram a covid-19, a grande maioria de forma leve, anunciaram hoje fontes oficiais.

O comunicado, citado pela agência noticiosa Interfax, precisa serem cidadãos que receberam as duas doses de uma vacina anti-covid-19, sem precisar o nome do produto.

As autoridades recordam que a reprodução de anticorpos contra a infeção é um processo individual, e pedem à população para que continue a adotar as medidas de precaução face ao vírus.

Atualmente, a Rússia, com 147 milhões de habitantes, possui três vacinas: Sputnik V, EpiVacCorona e CoviVac.

A imunização da população com a Sputnik V iniciou-se na capital russa em dezembro de 2020, e até ao momento foram vacinadas cerca de um milhão de pessoas, segundo os dados oficiais emitidos na semana passada.

Moscovo permanece o principal foco da pandemia na Rússia, com 1.286 novos casos nas últimas 24 horas.

No total, e desde o início do surto em março de 2020, foram registados no país 4.545.095 positivos, dos quais 1.026.740 em Moscovo.

 

Notícias relacionadas:

Descubra mais sobre a Vacinação em Portugal

VACINAS
DO PROGRAMA NACIONAL DE VACINAÇÃO

A melhor proteção
contra doença

VACINAS
OPCIONAIS

Livres e opcionais
na protecção extra

VACINAS
NO ADULTO

Sabia que a gripe sazonal
é evitável

VACINAS
DO VIAJANTE

Antes de viajar
consulte o seu médico